Publicação App Store Pausada

Comentários

8 comentários

  • Avatar
    Rogério lorD

    Eu mesmo posso inserir o meu app na apple store então ?

  • Avatar
    Suporte ao Apper

    Rogério,

     

    Não, não pode em sua conta no momento.

    Conforme comunicado:

    Explicitamente, a empresa agora considera aplicativos vindos de templates comercializados ou serviços de geração de apps inapropriados para a App Store, pois são similares na aparência e sentimento para o usuário.

    Por essa razão, a maioria dos últimos aplicativos que enviamos para a loja da Apple foram rejeitados, desta forma a Fábrica de Aplicativos não publicará apps na App Store temporariamente.

     

    O fato de ser a sua conta, ou não, não influencia diretamente.

    Veja que essa é uma das tentativas, mas ainda não foi finalizado.

  • Avatar
    Tiago Cruz

    Prezados,

     

    eu já estava terminando os testes com o App aqui na página de vocês e indo assinar o plano Ouro quanto eu vi que não há mais suporte para IOS....

     

    Alguma previsão se até o final do ano sai a possibilidade de colocar o App na Apple Store?

     

    Aguardo.

  • Avatar
    Eduardo Sona

    Boa tarde Hugo.

    Não é possível criar aplicativos que possam ser baixados através de um link seguro da própria Fábrica de Aplicativos e que sirva tanto para Android quanto para IOS ? No caso, cada desenvolvedor teria uma "loja particular" de app.

    Att

  • Avatar
    André Bernardes

    Hugo, que noticia ruim...espero que consigam uma solução, pois vai ser muito difícil comercializar app pela plataforma, embora 95% dos aparelhos comprados sejam Android ainda existe uma parcela que não podemos deixar de lado e com certeza me colocando no lugar de um cliente não iria fazer um app sem colocar na Apple Store. Boa sorte p gente!

  • Avatar
    Antonio De Luiggi Barbanti

    Chute meu.. A Apple está dando um tiro no pé.

    Os Apps serão cada vez mais desejados e necessários. Mas se hoje desenvolver um app nativo para iOS já é proibitivo para pequenos comércios, rádios, academias escolas, ONGs, comunidades, etc... passará a ser 3x mais caro.

    Sim, A Apple vai continuar existindo brilhando com os 64 bits, apps de realidade aumentada, etc... (esses custam 3x x10 mais) e terá uma legião de fãs babando e a mídia a colocando como "trendy". Provavelmente veremos um app desenvolvido para uma grande marca (Nike, Coca-Cola, Amazon, algum banco talvez, despontar e todo mundo sair falando.

    Mas, pergunto, e daí?

    Que legal que exista essa possibilidade e essa tecnologia mas não é isso que mexe  mercado no dia. Um cliente pode até sonhar em ter recursos de realidade aumentada no seu app dos sonhos mas continuará sendo dos sonhos assim como aquela Ferrari que ele todo ano vai ver no Salão do Automóvel. E que legal que exista a Ferrari., também acho linda. Mas é o carro 1.0,  carro 1.6, 2.0 que me leve para cima e para baixo todo dia, viagens e etc...

    A Apple tem esse DNA de não querer ser acessível. Sempre foi política de empresa, faz parte do modelo de negócios dela. Foi a primeira a acabar com drives de disquetes e CD e agora está acabando com os carregadores de celular e os apps de plataforma. Só que dessa vez ela não vai decretar o fim da concorrência porque essa concorrência se chama Google Motorola Samsung LG da Silva. Utilizada por mais de 80% no mundo. 

    Como disse no começo os apps serão cada vez necessários independente de que tipo de pessoa física ou jurídica você seja. E, se para desenvolver um app Apple vai custar um fígado, um rim e talvez o braço esquerdo as pessoas vão preferir continuar vivendo com o corpo inteiro e segurando um Android. 

    Os iPhone X da vida e as Ferraris vão continuar por aí mas viver sem eles faz diferença para a sociedade?

     

     

  • Avatar
    Douglas Laudiauzer (Editado )

    Eu penso exatamente como você Antônio. Inclusive estive conversando com um amigo da fábrica sobre isso. Em um mundo onde todos os seguimentos buscam a integração, a Apple insiste em uma cultura individualista e com isso, na contra mão de tudo.

Por favor, entrar para comentar.